Concurso TCM SP 2020: Inscrições reabertas em breve! Até R$ 18.829,53

Tribunal de Contas do Município de São Paulo prevê a reabertura do período de inscrições do edital de concurso público (Concurso TCM SP 2020) para o preenchimento de 12 vagas e formação de cadastro reserva em cargos de ensino médio e superior. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado, edição do dia 25 de julho.

As oportunidades são para ingressos nas funções de Auxiliar Técnico de Fiscalização e Agente de Fiscalização.

Em relação às provas do concurso, o Tribunal e a banca esclareceram que a aplicação do exame continuará suspensa até que as autoridades sanitárias e governamentais divulguem os procedimentos para a continuidade da seleção.

Até o momento o concurso conta com 30.417 inscritos, sendo 22.665 candidatos ao cargo de Auxiliar Técnico de Fiscalização – Suporte Administrativo, de nível médio.

A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Fundação VUNESP é a banca escolhida para o certame. Do quantitativo de vagas, 5% serão reservadas para Pessoas com Deficiência (PcDs) e 20% ficam para os candidatos afrodescendentes.

Para nível superior, o edital do TCM-SP reserva vagas para o cargo de Agente de Fiscalização nas especialidades de Administração (Cadastro Reserva), Ciências Atuariais (02 vagas), Ciências Contábeis (Cadastro Reserva), Ciências Jurídicas (Cadastro Reserva), Economia (Cadastro Reserva), Engenharia Civil (Cadastro Reserva) e Tecnologia da Informação (Cadastro Reserva).

Todos os postos exigem nível superior na respectiva área do cargo e registro no conselho fiscalizador da profissão. Para a especialidade de Tecnologia da Informação será exigido, ainda, 3 anos de experiência na área.

O salário do Agente de Fiscalização será de R$ 18.829,53, sendo R$ 10.818,37 de vencimento básico e R$ 8.011,16 de Gratificação de Incentivo à Especialização e Produtividade (GIEP). O cargo ainda conta com mais sete níveis, com progressões salariais que podem elevar os rendimentos até R$ 29.093,16 em fim de carreira. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Para os candidatos de  nível médio completo, as chances são para o cargo de Auxiliar Técnico de Fiscalização. As vagas são para Suporte Administrativo (8 vagas) e Técnico de Informática (2 vagas). Para Suporte Administrativo, será exigido apenas nível médio completo. No caso de Técnico em Informática será requisito, ainda, curso Técnico na área de TI, bem como experiência mínima de 3 anos como Desenvolvedor, Programador ou Codificador.

O salário do Auxiliar será de R$ 10.317,50, sendo composto por R$ 5.046,82 de vencimento básico e R$ 5.270,50 de Gratificação de Incentivo à Especialização e Produtividade – GIEP. Vale lembrar que o cargo também conta com mais sete níveis, com progressões salariais que podem chegar até R$ 15.105,37.

A Gratificação de Incentivo à Especialização e Produtividade – GIEP poderá ser concedida somente após seis meses de efetivo exercício, mediante avaliação de desempenho, conforme lei específica.

Enviar Dúvidas ou Comentários